quarta-feira, junho 28, 2006

"Seven days in sunny June"

Essa inteligência adulta é grave, faz afundar, ficar cinza, gris total, já a inteligência infantil, essa sim, é leve, levitante, azulzinhaaa... Prefiro o lado doce do chá de infância que sempre passa por aqui do que uma adultice amarga, mal instalada e séria demais. Resgatar o puro, o lúdico e o poético não é nada mais do que ser feliz com um pouquinho do pó de pirilimpimpim que encontramos nos baús de nossas vidas!Das coisas que eu queria ter e ver e fazer agora com o meu pó de pirilimpimpim:
- Branquinho de panela;
- Pés descalços na areia;
- Uma piscadinha secreta;
- Hersheys branco com cookies na madrugada;
- Jogar canastra e war e detetive e pife e dorminhoco;
- Beijinhos no ombro;
- Gastar infinito na Cultura;
- Uma pilha de dvds e tempo de sobra para assisti-los;
- “Seven days in sunny June” do Jamiroquai.

3 comentários:

*Ci* disse...

Serve branquinho de microondas?? Tô fazendo agora.... hihihihihii

Tô precisando desse pózin de pirilimpimpim... tanta coisa pra pedir...

*Smack*

pree disse...

De microondas?!?Hummmm...pode ser!
Mas que o de panela é mejor, ahhh é mejor!

Ósculos cheios de pózin...

cibele carneiro disse...

manter-se criança é ter a capacidade de ainda se espantar e maravilhar com detalhes cotidianos... é rir das dificuldades... é perceber o que há de singelo e inocente nos olhos e atos alheios... amo muito tudo isso... saudade de vc, linda.. beijooo