segunda-feira, março 22, 2010

O incrível Edward














Tudo começou quando eu era beeeem pivete ainda, lá por 96 ou 97 talvez. Lembro que loquei o único filme do Woody Allen que eu tolero chamado "Todos dizem eu te amo". Foi ali que conheci o Edward Norton, que aliás, cantava mal pra c#*@te no filme em questão, mas que demonstrava ser um bom ator. Depois disso veio "O povo contra Larry Flynt", "O quinto elemento" e o supra-sumo (caíram os hifens né?!) da filmografia do Ed: Clube da Luta. Nossa Senhora...Que filme! Que história! Que elenco! Quando assisti pensei, é demais, principalmente pra quem gosta da truculência como eu. Enfim, hoje de noite, depois que voltei do super, fiquei zappeando a Net e me deparei com um filme em preto e branco. Já foi um bom começo...e lembrei de ter visto uns flashes desse filme uns anos atrás. Bom, como curiosa por natureza e ao ver o Edward Norton todo todo de skinhead Nazi eu pensei: vale!!! Sentei e assisti. Em a "A outra história americana" ele está muito melhor do que em Clube da Luta, isso que o filme foi gravado um ano antes.O cara tá sensacional na interpretação. Além de lindo de morrer....é claro.
Mas a questão que fica é: depois de fazer filmes tão bons como estes e também Cruzada, Dragão Vermelho, O Ilusionista, porque a última coisa que ele fez lá em 2008 foi o incrível Hulk?!? Heim? Heim? Heim?
Me liga e me explica Edward....pleaseeeeeeeeeeeee!

2 comentários:

Vini disse...

O cara é bom mesmo. E 'A Outra História Americana' é demais mesmo. Mas uma ressalva:

Pree... Dilma e o rebolation (sensacional) diz:
jah vi match point
gostei

Logo, "Todos dizem eu te amo" não é o único filme que tu tolera do Woody Allen. ;)

Nêga, Preta ou Pree disse...

"Sai daquiiiiiiiiiiiiiiiiii"!

Só tolero Todos dizem eu te amo por causa do Ed, oras...