domingo, maio 17, 2009

Eletro/bajo/tango/fondo

O "scratch" do dj misturado com a doçura do violino era apenas o começo de uma fusão que me deixaria encantada. No começo do show o bandoneón (instrumento parecido com uma sanfona utilizado sempre no tango) soou delicado, mas depois o som foi mostrando sua face plugada e eletrônica com bateria, piano, guitarra, e um mega contra-baixo. Era dia das mães e foi assim que garanti o meu presente: assistir o Bajofondo no palco do Bourbon Country, em Porto Alegre. Com uma video maker cheia de bossa e rapazes tipicamente hijos del Plata o show foi puro "encantamiento". Tudo parecia um velho tango às escuras em uma calçada de pedra e com aroma de madeira ao redor. As batidas do eletrotango interagiam com as saudosas imagens do Uruguai e da Argentina em um show com uma atmosfera moderna e ao mesmo tempo cheia de histórias. Ao meu lado três caras bêbados gritavam em espanhol coisas engraçadas, logo na frente um casal sexagenário dançava e eu estava em ótima companhia. Mas o que mais me chamou atenção foi a intensidade do show, virtuoso, visualmente bonito, com músicos de primeira qualidade e uma platéia que conseguiu subir no palco. A música de beats eletrônicos e arranjos de orquestra me despertou desejo, alegria e até mesmo o um certo saudossismo do que não se viveu. Foi uma noite incrível, uma baita show, pra mim a apresentação do Bajofondo foi uma experiência nova - quem sabe até mesmo - uma coisa meio "Gardel à la pista"!!! Segue um trecho dos caras aqui na capital dos gaúchos...

"Con los ojos no te veo
Se que se me viene el mareo
Y es entonces cuando quiero salir a caminar..."

2 comentários:

Marcus disse...

faltou falar no carrinho de supermercado que estava no palco... hehehehe

Pree, Wonder Pree disse...

"sisqueciiii"...