segunda-feira, agosto 11, 2008

Não se preocupe em me levar a sério. Em me assumir. Preocupe-se somente em continuar sendo o que você é para mim. Em se expor sem qualquer receio, porque eu gosto de tudo tudo tudo. Inclusive das suas palavras na minha boca, suas idéias nos meus pensamentos, seus gestos executados pelos meus braços e mãos, suas caretas no meu rosto, seus suspiros no meu peito, seu gosto na minha língua, seu perfume no meu, sua fúria no meu medo, suas incertezas na minha determinação...

4 comentários:

Fala garoto, fala garota. disse...

Profundo e sincero. Cumplicidade � tudo.

Maurício Boff disse...

vinicíus fala em encontros em vida com tantos desencontros. não sou vinícius. sou maurício. se o texto é - ou não é - teu, pouco importa. digo, pois, que há sentido em cada gesto, em cada encontro. se não existe fórmula da felicidade, tenho pelo menos pistas de como trilhar um caminho genuíno.

pree disse...

O texto, assim como tudo que me cerca é meu. Já passei do tempo do ctrl+C ctrl+V. Levei 25 anos, meu caro, para buscar a originalidade. E já descobri onde ela estava. Hoje, ela é minha. Pertence-me!

pree disse...

Ah, mas eu tb te amo. muito.