quinta-feira, dezembro 29, 2005

Filmes

De repente...

Pra variar nos finais de semana com feriado eu preparo a sala, a pipoca e o dvd e pimba, faço as sessões “Vivendo a cinefila vida de Silvio Pilau por instantes” e é claro, assisto filmes.
Nesse final de semana, foram dois, um bom e outro ótimo. O primeiro chama-se “De repente é amor”, com o gatérrimo do Asthon Kutcher (sim o carinha que namora a Demi e que parece com um..bem..deixa assim, é ex mesmo!).O filme é bom, bem bom, mas não recomendo para quem está na entre-safra (like me!). Mas enfim, histórias de amor, com encontros e desencontros bem que fazem o tipo de quase todo mundo. Amores que vão e vem, pessoas que não conseguimos deixar ir (e que eu não saio de perto, nem por decreto...), enfim, o amor tem dessas coisas, estranhas coisas, estranhas ( e maravihosas!).



É fantástico, ops, fantástica...

Já o outro filme que eu vi, esse sim, fez eu rir muito, muito, muito. Ficou tão bom quanto o primeiro e tinha o amor da minha vida, a minha paixão platônica vitalícia, o senhor melhor ator dos últimos anos: JOHNNY DEPP.
Sim, é dele e de seu caricato Willy Wonka que me refiro no remake de A Fantástica de Chocolates. O filme é todo uma delícia, além de contar com as geniais idéias baseadas no livro de Roald Dahl e é claro que o filme é bom, a direção de Tim Burton é ótima e o sarcasmo seguido de palhaçada do personagem de Depp ajuda muito.
Vale muito a pena!
Maravilhas de Chocolates!





2 comentários:

Rodrigo disse...

Eu não acredito nisso, mas vou pular essa parte toda...pois aqui sou apenas um comentarista.
Aliás..estou louco para ver De repente é amor. Claro q tem toda aquela história da comédia romântica...tipo o cara tocando guitarra e cantando pra ela(todo desafinado)essa coisas q já vimos em alguns filmes, mas q sempre dá um friozinho na barriga. Enfim, quero ver. Vi o Sin City tbém no final de semana...é um elenco maravilhoso...mas não é muito meu estilo. Aliás...essa coisa de estilo é complicado. Quero dar uma de cinéfilo intelectual e pego uns filmes noruegueses, alguns outros asiáticos e só me ralo. As vezes o velho e bom "Roliudiano" é o suficiente. Filme espanhol é bom, alguns franceses e as vezes um argentino(O filho da noiva eu adorei)
Tah, conversaremos mais sobre filmes, espero.

Silvio Pilau disse...

"Vida cinéfila de Silvio Pilau"?

hehehe

Bom, pelo menos está voltando a ser, depois de dois meses sem ter visto quase nenhum filme.

"Fábrica de Chocolates" e "Sin City" são geniais. O outro eu não vi.

Beijos