quarta-feira, novembro 09, 2005

Brancos

Ah se tu soubesses como os amo
Malditos sejam, malditos sejam!
Seus tímidos e inexpressivos retalhos humanos
São cordas bambas em minhas mãos

Ah seu eu pudesse todo dia ao acordar
Vislumbrar do meu lado
Os brancos do teu castanho
E o fogo do teu olhar


Priscilla Casagrande (!)

Ok, é meio soneto (ou melhor, um projeto dele) que seja, são apenas dois quartetos, mas... ah, não fiquei afim de fazer os tais tercetos. O recado tá dado e é incrível como adoro achar cabelos brancos em cabeças castanhas!!!
Até pq sou da teoria de que cabelo branco, ok, alguns fios deles, dão aquele charme em qualquer cidadão heim?! Ui,ui,ui!
Fui !

4 comentários:

whiteheadedmc disse...

Aham ...

Pree disse...

Delicadeza heim?!

PQP!

brito disse...

Gostei, ó pá!!
Us marmanju já tão fazendu mexa!!!!

eu disse...

Ò que bonito esse 1/2 soneto ...
espero que um dia tu escreva um livro de sonetos inspirados em mim ...