segunda-feira, abril 27, 2009

O leitor

Faz um tempão que eu assisti o filme e tava com uma mega vontade de escrever sobre ele. O Leitor, que deu a Kate Winslet a estatueta de melhor atriz no Oscar de 2009, não é propriamente um filme sobre o holocausto, mas sobre o pós-guerra na Alemanha. Um filme com sensibilidade e paixão. Divido em três momentos cruciais: a sedução, o conflito e a redenção, tudo isso muito bem costurado pelo talentoso diretor Stephen Daldry, o mesmo de As Horas - com Nicole Kidmann encarnando Virginia Wolf (o qual aliás amei o livro e o filme).
O que pode se destacar é a magistral e poderosa presença de Kate ao longo do filme. Madura, entregue, sedutora e vigorosa. Definitivamente a consagração da inglesa que apareceu pela primeira vez no blockbuster Titanic. No papel de Hannah ela transmite dureza, mas sensibilidade. E apesar de sua culpa, ao final da história, não podemos negar a humanidade que existe dentro dela. Principalmente porque todas essas questões vêm envolvidas com o amor pela literatura.

4 comentários:

Fala garoto, fala garota. disse...

O que eu mais amo nos filmes é o poder que os autores têm de nos surpreender. Finais felizes e imagináveis não me conquistam, muito pelo contrário. E o final desse filme é demais por isso. Nunca poderia imaginar.

Pree, Wonder Pree disse...

É demais mesmo. quem não viu tem que ver.
Kate é a minha preferida. she rules!!!

Alice disse...

eu quero muito ver! e agora mais.

pree disse...

Então assiste!